Terça, Agosto 22, 2017

O QUE É O CÂNCER

O câncer é uma doença que aparece sob várias formas e em qualquer parte do corpo (menos nos dentes e nos cabelos). Não é uma doença única, mas cerca de 200 doenças distintas, cada uma delas com suas causas, sintomas e tratamentos específicos.
Qualquer tumor, seja ele benigno ou maligno, surge por causa de uma alteração genética das células do organismo. A diferença entre eles diz respeito principalmente à sua capacidade de crescimento e de disseminação para outras áreas do corpo (metástase). Os tumores benignos crescem lentamente e não se espalham para outras partes do corpo, enquanto os tumores malignos (também chamados de câncer ou neoplasia maligna) crescem de maneira descontrolada, destruindo o tecido local e se alastrando para outras partes do corpo, formando as metástases.


- DIAGNÓSTICO DE CÂNCER

Se houver uma lesão ou nodulação suspeita, o seu médico deverá indicar um método para diagnóstico. Esse método pode ser uma punção ou biópsia da lesão. A punção extrai secreção da lesão para avaliação citológica e a biópsia extrai fragmentos (pequenos pedaços) da lesão para avaliação histopatológica. O material retirado por estes exames é encaminhado para um médico patologista que fará o exame anátomo-patológico que definirá se a lesão é ou não é um câncer.
Nos casos de câncer de mama o exame pode ser feito já durante a consulta em lesões palpáveis. Nos casos de lesões que não são palpáveis, é necessário exames através de ecografia ou mamografia para localizar a alteração.
Se o tumor é mesmo um câncer, segue-se a realização de exames para estadiamento da doença. Esta etapa é necessária para estabelecer a extensão da doença, se é inicial ou se já tem metástases.
O estadiamento é realizado através de exames de sangue e de imagem, dependendo de cada caso e tipo de câncer. Pode ser realizado radiografia, cintilografia, tomografia, ressonância magnética etc.
A extensão do tumor é dada pela classificação TNM (tumor/linfonodo/metástase) e revela se a doença está em fase inicial, mediana ou avançada. Isso é importante para definir o tipo de tratamento a ser realizado.
Além desses exames para estadiamento, o paciente com câncer ainda deve fazer avaliações que o preparem para cirurgia e os demais tratamentos: exames de sangue, ecografias, imunohistoquímica, avaliações de especialistas (cardiologistas, por exemplo), dependendo de cada caso.


- E AGORA?

Caso seja confirmado que o diagnóstico é realmente de câncer, antes de mais nada, CORAGEM!!!
Querido paciente, querido amigo(a), muita calma nesta hora!Tenha coragem para lutar e vencer!
Ao receber o diagnóstico de câncer você pode sentir que perdeu o chão... pode sentir medo, ansiedade, angústia, preocupação, raiva, revolta... e pode ficar agressivo. Não se assuste se você se sentir desorientado. O caminho da superação é possível!
Nesse momento, nada é mais importante do que cuidar de você mesmo(a). Lembre-se de bons sentimentos como amor, esperança, carinho, amizade, fé e felicidade. Você vai precisar de todas as forças para enfrentar a dor, a depressão e a vontade de desistir. Transforme a revolta e outras tantas emoções que surgirem, em algo produtivo para si mesmo(a), com determinação e coragem.
Assim, após a confirmação da doença, comece logo a fazer a coisa certa: faça uma lista de suas obrigações e prioridades e coloque-se em primeiro lugar, no topo, acima do trabalho, da casa e até mesmo da família. Aos poucos, as coisas vão voltando a seu devido lugar e você vai retomando as rédeas da sua vida.
O tratamento de câncer exige que o(a) paciente seja forte e confiante. Tente manter a calma. Seja positivo(a) e tenha esperança. O câncer é uma doença em que a atitude positiva é tudo! Torne-se agente do seu processo de recuperação. Torne-se uma pessoa consciente na luta contra o câncer.
Apoie-se em sua crença espiritual (o poder de Deus e da oração). Confie e colabore com a equipe médica, compartilhando duas dúvidas. Mas além de Deus e da equipe médica, o(a) paciente conta consigo mesmo, com sua própria força e vontade de superar.
Amigo(a) Paciente, Você pode e deve se ajudar em todas as fases da recuperação, até a superação total.
Tenha coragem de lutar, crescer e vencer.
Acredite que a VIDA vai ser melhor. E será!